© 2020 por ESTREMOZ EDITORA departamento de marketing

  • facebook-square
  • Flickr Black Square
  • Twitter Square
  • Pinterest Black Square

 

luís Eduardo MATTA

Desde 1990, que Luís Eduardo se dedica osa estudos sobre política internacional com principal foco no Médio Oriente. A sua carreira literária teve início 1993 com apenas 18 anos, com o romance "Conexão Beirute-Teeran – livro prefaciado pelo embaixador e intelectual libanês Mansour Challita, um dos maiores especialistas no Brasil sobre as questões do Médio Oriente e de quem Luís Eduardo foi grande amigo.

A produção de Luís Eduardo intensificou-se a partir dos anos 2000 com a publicação de outros thrillers, como "Ira Implacável" e "120 Horas". Em 2007, Luís Eduardo Matta estreou-se na literatura infantojuvenil publicando o livro "Morte no Colégio" pela Série Vaga-Lume e "Roubo no Paço Imperial" pela Coleção Olho no Lance, ambas da Editora Ática.

A ficção de Luís Eduardo é caracterizada pelas tramas de mistério e suspense muito elaboradas, pela sua linguagem clara e elegante, pela precisão histórica e geográfica e ainda por uma leitura diferenciada do gênero “thriller”.

Desde 1990, que Luís Eduardo se dedica osa estudos sobre política internacional com principal foco no Médio Oriente. A sua carreira literária teve início 1993 com apenas 18 anos, com o romance "Conexão Beirute-Teeran – livro prefaciado pelo embaixador e intelectual libanês Mansour Challita, um dos maiores especialistas no Brasil sobre as questões do Médio Oriente e de quem Luís Eduardo foi grande amigo.

A produção de Luís Eduardo intensificou-se a partir dos anos 2000 com a publicação de outros thrillers, como "Ira Implacável" e "120 Horas". Em 2007, Luís Eduardo Matta estreou-se na literatura infantojuvenil publicando o livro "Morte no Colégio" pela Série Vaga-Lume e "Roubo no Paço Imperial" pela Coleção Olho no Lance, ambas da Editora Ática.

A ficção de Luís Eduardo é caracterizada pelas tramas de mistério e suspense muito elaboradas, pela sua linguagem clara e elegante, pela precisão histórica e geográfica e ainda por uma leitura diferenciada do gênero “thriller”.